Trindade – A pedra que Engole.

Mais trilha.

Saí da Piscina em direção a Pedra que Engole, mas quem disse que aquele mar maravilhoso deixou?!  Assim que terminei a trilha da piscina para praia, o sol saiu novamente e realçou aquela beleza do mar, deixando tudo mais azul e claro, um convite irrecusável quando fui mais que obrigada a fazer um pit stop.

PEDRA QUE ENGOLE 2

Éramos praticamente eu e o mar, um ótimo momento para reflexão e relaxamento. Ali é o local mais afastado que se chega por trilha e, ao contrário da piscina que tem o barquinho como segunda opção para quem não quer andar, o lugar ficava bem vazio! Enchia só mais perto da trilha de volta para Praia do Meio e perto dos quiosques, logo se você procura tranquilidade esse é seu lugar, o ponto da praia mais perto da trilha para piscina de Caixa D’aço.

DCIM100GOPRO

Eita o tempo voou! E tinha que terminar uma trilha e começar outra, entonces vambora! Segui pela praia, trilha de retorno à Praia do Meio e a fome já reclamava, aproveitei e comprei um brigadeiro de um real que fica na saída da trilha, hmm! Comprei logo 3! No resto da cidade essa guloseima é bem mais cara, em torno de R$3,00.

Energias repostar e sim bora! Agora estamos no meio do caminho, seguimos pelo riacho em frente à trilha e adentramos pelo mato, aos poucos a areia ia dando lugar para terra e logo vimos a placa que anunciava o começo da trilha até a Pedra que Engole! Mais 700m e vamos que vamos, anda, anda, para, filma, fotografa, anda, anda, opa chegamos!!! A tão esperada e misteriosa Pedra que Engole!!
Uai, mas isso é uma cachoeirinha, é aqui a Pedra?  Não, ahhh tá! Fica mais 100m a cima, tem que cruzar a água e subir pelo outro lado…anda, anda mais um pouquinho e…Agoraaaa sim!!!
Epa, mas a Pedra que engole tem um buraco muito pequenininho e ainda rola uma quedinha d’água, será que é pequeno assim lá dentro? Seria que fico de baixo d’água? E pra sair? Putzzz, que nervoso, vou ou não vou? Rodeei o lugar, vi a saída e me tranquilizei, já que a saída era bem maior que a entrada, mas mesmo assim ainda pensei, será???
Ahhh quer saber??? Vir até aqui e não entrar? O lugar tava cheio e tinha fila, esperei e puft! Fui!

pedra que engole (2)

Sentei na Pedra me encaixei e escorreguei, o buraco é bem apertado, dá nervoso e o pior é você não saber o que esta por vir, mas depois que vai a primeira vez é MUITO tranquilo, lá dentro é gigante! Tem lugar para cabeça ficar fora d’água e a descida escorregando pela pedra é mínima! A saída é mais fácil ainda e toda adrenalina fica por conta só do desconhecido, já que todo resto é para lá de molezinha.
Uhullllll! Dever cumprido, mas deixa eu ir de novo, hehehhehe.
Agora sim, vamos voltar porque já tá quase escurecendo e ainda tenho que conhecer a cidade e ter surpresas pela noite de Trindade

[xt_video type=”youtube” clip_id=”rvbVSibjB0g”]
Le contenu vous plaît ? Partagez-le !

Supermarché à Amsterdam -

Arubinha - Rio de Janeiro.

Arubinha - Rio de Janeiro.

Les bienheureux - Carnaval de Salvador.

Carnaval à Salvador.

Noël au Portugal

Ajouter un commentaire

Votre adresse électronique ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont marqués *